Oficializado; presidente confirma mais duas parcelas do auxílio emergencial

Bolsonaro oficializou mais duas parcelas do auxílio emergencial no valor de 600 reais

O presidente Bolsonaro oficializou o pagamento de mais duas parcelas do auxílio emergencial

As parcelas que serão adicionadas são do mesmo valor inicial do programa de 600 reais, o decreto foi assinado hoje e prorroga o pagamento das parcelas para trabalhadores informais e autônomos.

Mas atenção às duas novas parcelas do programa serão dividas em 3 pagamentos escalonados entre dois meses, relata o presidente que este dinheiro não sai do bolso dele, mas é do povo que paga os impostos. Acrescenta que todo este feito é graças ao ministro da economia Paulo Guedes.

Ainda com falas do presidente ele menciona saber que o dinheiro não é muito, mas para aqueles mais carentes será o suficiente para ajudar com suas despesas, o ministro da economia acrescentou que o auxílio deveria existir enquanto durar a crise imposta pelo novo coronavírus.

Mesmo com todo o trabalho os ministros ainda comentaram que isso só foi possível graças a nova frente do governo com Bolsonaro. O ministro da cidadania Onyx Lorenzoni relatou “Já pensou se está crise com a pandemia tivesse ocorrido no governo esquerdista passado, seria uma catástrofe”.

O ministro da economia Paulo Guedes tinha uma proposta mais ousada quanto ao assunto do programa “auxílio emergencial”, por sua proposta os números eram mais elevados, porém para os interesses dos cofres públicos e também com o presidente foi constado que 600 reais teriam maior viabilidade.

O auxílio emergencial até o momento deste novo decreto vai se estender por mais 2 meses, o governo vem junto com este programa identificar cidadãos que estão fazendo pedidos indevidos do dinheiro de forma indevida.

Foram identificados mais de 15 mil servidores públicos é também mais de 73 mil militares com pedidos do auxílio, o presidente Bolsonaro comentou em entrevista que militares que receberam o dinheiro terá punições e também terão dívidas na União do Estado, sobre os servidores públicos também terá punições contando com descargo administrativo.


Escrito por Melissa Lopes

Trazendo "De tudo um pouco" por aqui. Relacionamento, curiosidades, notícias, receitinhas que amamos! Seja bem vindo!